Amputação

Nível de amputação

Nossa intenção aqui é informar o que significa o termo amputação, quais são suas diferentes formas e por que uma amputação pode ser necessária.
O que significa o termo amputação, e por que amputar?


A amputação é a cisão de um osso na altura do tecido saudável ou a remoção de uma parte do corpo na altura da articulação (desarticulação).
Tais amputações são necessárias quando não há expectativa de cura de uma parte enferma do corpo e isso coloca a vida do paciente em risco. As causas podem incluir complicações circulatórias, infecções, acidentes, câncer ou malformação congênita dos membros.


Nos casos mencionados acima, a necessidade de amputação geralmente é informada com certa antecedência. Mas por outro lado, as amputações às vezes se fazem necessárias de forma totalmente inesperada, como em decorrência de ferimentos graves após acidentes.


Nível de amputação
O que o nível de amputação significa?
O termo nível de amputação descreve o local em que uma parte do corpo é amputada. Além de outros fatores, o nível de amputação é usado para escolher a prótese adequada para cada caso.

 

Nível de amputação

O termo "nível de amputação" descreve o local em que uma parte do corpo foi amputada. Além de outros fatores, o nível de amputação é usado para a escolha da prótese adequada para cada caso.

O nível de amputação é determinado pelo médico, antes da operação, e é baseado no motivo da amputação. No caso de intervenção planejada, normalmente um técnico ortopédico também é consultado, para que se determine que nível de amputação é o mais favorável para a subsequente protetização.


 
 
Amputação de pé

Amputação de pé

Conhecem-se mais de doze níveis diferentes de amputação na área do pé. Eles variam de uma amputação de dedo, uma amputação de meio-pé, até uma amputação na área do tarso.

Para uma protetização, podem ser usadas próteses de silicone.

 
 
Amputação transtibial

Amputação transtibial (amputação da panturrilha)

Na amputação transtibial, que é uma amputação na área da panturrilha, a tíbia e a fíbula são cortadas.

Para a protetização, são necessários um pé protético, adaptadores e elementos de conexão para o encaixe protético. O encaixe é o componente que conecta a prótese ao membro residual.

Sabe-se que um revestimento estético pode ser aplicado sobre uma prótese, para que esta fique visualmente imperceptível.

 
 
Desarticulação do joelho

Desarticulação do joelho

A desarticulação do joelho ocorre quando a articulação do joelho é cortada, retirando-se a panturrilha. A coxa permanece intacta.

Para a protetização, são necessários um pé protético, uma articulação do joelho, adaptadores e elementos de conexão para o encaixe protético. O encaixe é o componente que conecta a prótese ao membro residual.

Sabe-se que um revestimento estético pode ser aplicado sobre uma prótese, para que esta fique visualmente imperceptível.

 
 
Amputação transfemoral

Amputação transfemoral (amputação da coxa)

Em uma amputação transfemoral, que é uma amputação na área da coxa, o osso da coxa (fêmur) é cortado.

Para a protetização, são necessários um pé protético, uma articulação do joelho, adaptadores e elementos de conexão para o encaixe protético. O encaixe é o componente que conecta a prótese ao membro residual.

Sabe-se que um revestimento estético pode ser aplicado sobre uma prótese, para que esta fique visualmente imperceptível.

 
 
Desarticulação do quadril

Desarticulação do quadril

Na desarticulação do quadril, a amputação é realizada na área da articulação do quadril. Como consequência desse tipo de amputação, a bacia terá que controlar a prótese.

Para a protetização, são necessários um pé protético, uma articulação do joelho, uma articulação de quadril, adaptadores e elementos de conexão para o encaixe protético. O encaixe é o componente que conecta a prótese ao membro residual.

Sabe-se que um revestimento estético pode ser aplicado sobre uma prótese, para que esta fique visualmente imperceptível.

 
 
Hemipelvectomia

Hemipelvectomia

No caso de hemipelvectomia, são amputadas a perna inteira e partes da bacia até o sacro. Como consequência desse tipo de amputação, a bacia terá que controlar a prótese.

Para a protetização, são necessários um pé protético, uma articulação do joelho, uma articulação de quadril, adaptadores e elementos de conexão para o encaixe protético. O encaixe é o componente que conecta a prótese ao membro residual.

Sabe-se que um revestimento estético pode ser aplicado sobre uma prótese, para que esta fique visualmente imperceptível.

 

Boa navegação e aproveite todos os benefícios oferecidos.